5. 05. 2021 - Produzido pela Equipe da Code7

Os três principais desafios da cobrança para PMEs

Os três principais desafios da cobrança para PMEs

Saiba quais são os principais desafios enfrentados pelas pequenas e médias empresas com seus sistemas de cobranças durante o período de pandemia e veja como evitá-los. 

Com o mercado operando de forma tímida e sob desconfiança desde a chegada da pandemia, muitas pessoas perderam seus empregos. Muitas outras tiveram o poder de compra reduzido, aumentando a sombra da inadimplência ao redor do país. Neste cenário, todos acabam sofrendo, mas o negócio de pequeno e médio porte acaba sendo o mais atingido. E boa parte deste problema pode estar relacionado ao desempenho de cobrança realizado por essas empresas. 

Atualmente, as pequenas e médias empresas são as que mais sofrem com a inadimplência, pois não estão preparadas para fazer essa recuperação de dívidas e pagamentos em atraso de seus clientes. Lutando para resistir, esses negócios olham para a própria área de cobrança – muitas vezes liderada por uma ou duas pessoas – como um calcanhar de Aquiles. 

Mas qual o motivo para isso acontecer? Acontece, que as PMEs, em sua grande maioria, não possuem orçamento para contratar empresas especializadas em cobranças. Em outras ocasiões, essa área acaba não sendo o principal foco em sua gestão de negócios. 

Neste artigo, buscaremos entender como a inadimplência pode impactar os pequenos e médios empreendedores, e quais os principais desafios que a área de cobrança acaba exercendo no negócio.  

Mas, afinal, como a inadimplência impacta as empresas? 

Segundo dados do Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor, o Brasil tem mais de 61 milhões de consumidores inadimplentes, um número um pouco menor quando comparado ao mesmo período do ano passado, mas ainda preocupante. 

Em grande parte, o desemprego e as crises econômicas como essa que estamos enfrentando atualmente – são os grandes responsáveis por essa situação. 

E esse cenário afeta diretamente os pequenos e médios negócios e seu fluxo de caixa, que já está reduzido com o fechamento de seus estabelecimentos ao público. O que acarreta um ciclo de dívidas, já que o próprio empresário também não consegue pagar os seus fornecedores, bancos e aluguéis. 

A saúde financeira da empresa é um pilar fundamental para a sobrevivência e fortalecimento dela no mercado, por isso, é primordial que o empreendedor tenha ciência dos principais desafios enfrentados nesse setor para superá-los o mais rápido possível. 

Por que é necessária uma cultura de cobrança para PMEs? 

A partir do momento em que uma empresa decide investir no setor de cobrança, a tendência é de que os resultados comecem a aparecer. Os procedimentos de análise de crédito se tornam mais eficientes, o cliente passa a ser conhecido, o atendimento ganha em personalização e o índice de inadimplência consegue ser melhor administrado. 

Porém, antes de investir, é preciso conhecer as soluções de cobrança no mercado que atendem a todos os tamanhos de empresas e com custo acessível. E como reverter esse problema para as PMEs? 

Ou seja, implantar um serviço de cobrança é viável e, com a tecnologia, se tornou-se uma realidade, mesmo para o pequeno comércio. Pode significar ainda a manutenção do negócio e até mesmo uma oportunidade de modernizar sua atuação. A seguir, confira os três principais desafios da cobrança para PMEs.  

1- O relacionamento com os inadimplentes  

Relacionamento, em um processo de cobrança, é algo determinante. Uma das reclamações dos consumidores com relação ao sistema de cobrança é que eles são abordados de maneira rude e quase sempre tratados de forma insensível ao momento que estão passando. 

Isso pode acabar com a credibilidade de uma empresa, pois além de criar uma péssima imagem, quando o cliente resolver a sua pendência, não voltará a consumir o produto da marca. Manter um relacionamento saudável com o cliente, mostrando empatia com o problema dele é vital para estabelecer um sentimento de confiança. 

Tenha em mente de que os clientes inadimplentes são tão importantes para o negócio quanto os que estão com suas contas em dia. Por isso, pequenas e médias empresas precisam oferecer um atendimento personalizado, eficiente e cativante. 

2- A carência de soluções omnichannel  

Atualmente, a maioria das PMEs possui uma ou duas pessoas gerindo sua área financeira. Uma faz cobrança. A outra faz tudo. No pior dos cenários, todos fazem tudo. E o atendimento não flui. Sem oferecer um atendimento de qualidade é quase impossível construir um bom relacionamento com os clientes. 

Muitas organizações ainda concentram o atendimento em apenas um canal de comunicação, e de forma mal estruturada. Imagine o transtorno que é para o cliente fazer contato com uma empresa que não oferece opções para que este consiga tirar suas dúvidas. Como oferecer os melhores créditos com uma infraestrutura limitada?  

É essencial para PMEs que o atendimento acompanhe diversos canais. De preferência aqueles que forem mais convenientes para o perfil do consumidor. Um simples lembrete de cobrança por SMS, pode ser uma alternativa inicial para quem ainda não tem um processo de cobrança automatizado. Mas pode ser feito via e-mail, chat, redes sociais etc. O desafio está em ser omnichannel.  

A Code7 pode ajudar nesse processo. Especializada em oferecer as ferramentas necessárias para simplificar a comunicação entre marcas e consumidores, a startup disponibiliza a Code7 Omni, uma plataforma omnichannel para gestão unificada de todos os canais de comunicação.  

 

3 –Atendimento transparente e eficaz  

De nada adianta uma PME investir em soluções omnichannel se quem as praticam não está disposto a ser flexível com o cliente inadimplente. A tecnologia estará disponível, mas ela funcionará a serviço de um atendimento, que precisa ser empático e eficiente em sanar todas as dores do consumidor.  

Pensando nisso, é fundamental oferecer alternativas para os clientes, apresentando soluções flexíveis para estimular a recuperação de crédito e estabelecer uma relação de confiança entre empresa e consumidor. A maneira como a solução é apresentada tem um impacto muito relevante na hora de realizar a cobrança.  

Valorize a objetividade na hora de resolver os problemas! O processo deve ser feito de forma rápida e concisa, sem enrolações ou meias palavras. A empresa precisa ter consciência de que o cliente precisa entender, perfeitamente, qual é a situação dele, e de que maneira ele deve agir para colaborar com a solução do problema. 

Conclusão 

A área de cobrança está em constante evolução e precisa ser acompanhada de perto. Quando se trata de cobrança para PMEs, a organização desse setor é imprescindível para a manutenção do negócio. 

E se o empreendedor já conta com esse processo ativo, precisa ter conhecimento de que sempre há uma forma de melhorar a produtividade e eficiência da gestão, seja na análise de crédito perspicaz, no atendimento empático e cristalino e nos vários meios de comunicação que ele pode adotar para conversar com o cliente. 

Se você deseja conhecer mais sobre a soluções que podem ajudar o seu negócio a dar um salto de qualidade, conheça agora as soluções da Code7 para as PMEs.