28. 10. 2021 - Produzido pela Equipe da Code7

Comércio Conversacional: desafios e oportunidades

Comércio Conversacional: desafios e oportunidades

Saiba como ficar um passo à frente dos seus concorrentes. Conheça as novas estratégias e tecnologias que estão promovendo um atendimento mais personalizado e ágil para os consumidores. Seja bem-vindo a era do Comércio Conversacional. 

Não é surpresa que a Pandemia de COVID-19 alterou os hábitos de consumo de muitas pessoas. Com as medidas de restrição, o e-commerce virou um importante aliado dos consumidores brasileiros. Diversos itens passaram a ser comprados via internet, tais como: comidas, remédios, móveis, eletrônicos etc. Em outras palavras, tudo passou a ser por delivery.

Mas, se por um lado nota-se que o consumidor se adaptou, rapidamente, ao comércio digital, por outro lado observa-se que ele ficou bem mais exigente; sobretudo em relação ao atendimento. Praticidade e agilidade passaram a ser fatores decisivos no processo de compra. 

Além disso, nota-se que os aplicativos de mensagens instantâneas passaram a ser utilizados com mais frequência, tanto por pessoas, quanto por empresas. Dentre eles, destacam-se o WhatsApp e o Messenger do Facebook. 

Nesse sentido, pode-se dizer que a pandemia intensificou o Comércio Conversacional. Mas, você sabe de fato como funciona essa nova forma de interação comercial? Não? Continue com a gente e descubra agora mesmo! 

O que é Comércio Conversacional? 

Comércio Conversacional se refere ao uso de aplicativos de mensagens entre empresas e clientes. De acordo com Chris Messina, criador do termo, ele representa toda uma atmosfera de conveniência, personalização e suporte que as marcas oferecem aos consumidores. 

A ideia é proporcionar uma experiência satisfatória durante a jornada de compra, mesmo à distância.

Mas, embora essa seja uma realidade do mercado, muitas empresas ainda enfrentam o desafio de se adaptar a ela. Afinal, como desenvolver equipes focadas e preparadas para suprir essas demandas digitais? Difícil, né?

Hoje, mais do que nunca, é preciso criar mecanismos para oferecer um atendimento de qualidade de forma virtual. Nesse sentido, ao iniciar uma venda online, a empresa precisa estar pronta para fornecer todas informações possíveis a respeito daquele produto ou serviço. 

Encantar, reter e fidelizar clientes nunca foi tão difícil quanto agora. Por isso, é fundamental investir em boas práticas conversacionais para despontar no mercado. 

Mas, como iniciar esse processo?

Antes de tudo, é importante você saber que o cliente não tem tempo a perder. Por isso, ele sempre vai preferir ser atendido pelos canais de comunicação que já está acostumado a utilizar. 

Nesse sentido, os aplicativos de mensagens instantâneas (WhatsApp, Facebook Messenger, Telegram e Viber) surgem como grandes aliados das empresas no cenário do Comércio ConversacionalAfinal, eles possibilitam interações mais ágeis, principalmente, se comparado aos canais tradicionais, tais como telefone e e-mail. 

WhatsApp, em especial, é o queridinho da população. Para você ter uma ideia, mais de 2 bilhões de pessoas em mais de 180 países utilizam o app.

Outro recurso que pode ser utilizado é o webchat. O sistema pode ser integrado a um site, por exemplo, sem que haja necessidade de instalação de aplicativo. O que é ótimo, pois permite a troca de mensagens de forma mais fluída.  

Vale destacar que o atendimento via aplicativos de mensagens instantâneas ou webchats pode ser otimizado com o emprego de chatbots. É sobre eles que vamos falar agora! Vem com a gente! 

Chatbots como aliados  

Antes de tudo, é importante você entender que os chatbos vieram para ficar! Mais do que uma tendência, eles são fundamentais para engajar as pessoas na internet. Portanto, são indispensáveis para qualquer marca que deseja ter sucesso. 

Contudo, muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre eles. Não sei se esse é o seu caso, mas o fato é que com esses assistentes virtuais é possível captar e qualificar leads, fazer cobranças, enviar boletos e muito mais.

Em suma, pode-se dizer que eles ajudam a potencializar as estratégias de marketing e vendas. Mas, vamos dar um exemplo prático para você entender melhor, ok?

Há pouco tempo, a Bauducco, procurou a Code7 com o objetivo de potencializar as vendas do Natal. Eles precisavam de uma solução para intensificar e facilitar o atendimento virtual, mas não sabiam o que fazer.

Foi então que surgiu a ideia de construir um bot personalizado para atender os clientes por meio da plataforma Boteria. Diversos fatores foram levados em consideração para o desenvolvimento do robô, pois havia a preocupação de deixá-lo o mais fiel possível a essência da Bauducco. Nesse sentido, aspectos relacionados à origem italiana do fundador da marca foram inseridos na linguagem.

Bot Bauducco

Dessa forma, as pessoas puderam interagir com o bot para ver os produtos e as novidades, e ainda efetuarem as compras por completo.

Esse foi um tipo de estratégia utilizada para atender as necessidades desse Comércio Conversacional. Mas, existem outras ferramentas que podem ser empregadas conforme as demandas de cada empresa.  No caso dos chatbotsas organizações  podem optar pelo transbordo para atendente humano, propiciando um atendimento híbrido para os consumidores. 

Do pequeno ao grande negócio 


Definitivamente, o 
Comércio Conversacional veio para ficar. Afinal, ele é uma resposta ao novo jeito de consumir e de se comunicar das pessoas frente ao mundo digital.

Mais do que nunca, as empresas precisam adotar novas abordagens para facilitar a vida dos seus clientes e antecipar as suas necessidades. Isso vale para qualquer tipo de negócio, desde o pequeno até o grande.

Nesse sentido, toda a jornada digital deve ser pensada para gerar engajamento e criar experiências únicas. Afinal, cada contato representa uma possibilidade de venda.   

Portanto, se você ainda não começou a investir em estratégias conversacionais, não perca tempo. Existem diversas ferramentas que podem te auxiliar nesse processo de transformação. Quer saber quais são elas? Clique aqui e fale com um dos nossos especialistas. 


Vamos te ajudar a ingressar no universo conversacional da melhor forma possível! Vem com a gente?