10. 11. 2022 - Produzido pela Equipe da Code7

6 Dicas para personalizar chatbot no WhatsApp

6 Dicas para personalizar chatbot no WhatsApp

Os chatbots vieram para ficar. Os usuários podem falar com eles a qualquer momento, sem filas de espera, e isso transforma o atendimento digital em uma experiência melhor. E ter essa ferramenta no WhatsApp, ou seja, na plataforma que 80% dos brasileiros usam para se comunicar, é necessário para todas as empresas!

Mas, desde a sua primeira aparição no mercado, os chatbots começaram a ficar mais parecidos, por existirem em todos os cantos. Por isso, ao personalizar chatbot no WhatsApp, você pode se diferenciar da concorrência e ter um baita diferencial competitivo. A personalização, junto com a humanização do atendimento, transforma a experiência do usuário e permite que sua empresa tenha muitos benefícios.  

Você deve estar se perguntando: como fazer essa customização? Confira 6 dicas que preparamos para você potencializar o seu robô no app mais popular do Brasil! 

Como personalizar chatbot no WhatsApp? 

Já prepara o bloquinho para anotar os tópicos abaixo!😊👇

1. Dê um nome para o seu robô 

Comece a personalizar o chatbot no WhatsApp por este tópico! Há algo mais único que o nosso nome? É ele que nos dá a nossa identidade. E com seu chatbot não pode ser diferente. Pense em um nome reconhecível e descritivo para o seu chatbot.  

Seja criativo, mas não exagere. O mais importante do nome do seu chatbot é que o cliente entenda o porquê da existência dele, ou seja, não pode ser um nome aleatório, sem intenção por trás. Para personalizar chatbot no WhatsApp com um nome criativo, tente fazer brincadeiras com o nome da empresa, ou com os produtos ou serviço que você oferece. 

Por exemplo, o Bot da Code7 se chama CODINHO, que é uma brincadeira com a primeira parte do nome da Code7, code. Além disso, o diminutivo no final dá a sensação de algo mais íntimo, mais confortável para que o cliente se sinta livre para conversar. O importante é fugir de nomes simples, que não tem relações com a empresa ou o produto/serviço.

2. Crie um avatar que seja fácil de ser identificado pela sua audiência 

Nada melhor para personalizar chatbot no WhatsApp do que ter uma foto reconhecível, que seu cliente sempre se lembrará, né? Ter um avatar significa dar uma imagem à sua empresa. Isso significa que esse será um dos contatos que seu cliente terá com a sua identidade de marca, que é, basicamente, a personalidade da sua empresa representada por elementos visuais. Ou seja, seu avatar precisa refletir a missão, os valores e a visão do negócio, mesmo que de forma sutil. 

Para fazer com que a imagem do bot seja relacionada à identidade de marca, relacione o visual do robô ao da sua empresa, especialmente os elementos semióticos, como logotipo, cores e ícones. Que tal colocar o avatar utilizando uma camiseta da empresa e um acessório relacionado a ela?  

Escolha bem. Uma vez selecionado, o avatar será familiar para os usuários, então será complicado mudar todo o visual sem que haja estranhamento. Por isso, para personalizar chatbot no WhatsApp, defina de forma certeira cada elemento do avatar para que ele fique o melhor possível. Além disso, lembre-se que o ícone do avatar deve ser algo convidativo, que chame o cliente para conversar. 

3. Pense na estrutura das conversas  

A personalização vem em conjunto com a criação do fluxo de conversa dentro do criador do chatbot. Então, planeje os caminhos pelos quais o cliente passará. Lembre-se: o fluxo deve suprir todas as necessidades possíveis dos clientes, sem que haja a necessidade de intervenção humana. Mapeie as principais dúvidas que seus clientes têm para que a conversa seja, de fato, útil. Não tente reinventar a roda! Exagerar em mensagens sem utilidade pode fazer com que o cliente desista do atendimento. 

Fluxo pronto? Beleza! A partir disso, pense em variações do fluxo para personalizar chatbot no WhatsApp. O criador de chatbots da Code7, por exemplo, permite que as mensagens de um bloco sejam variadas. Ou seja, você pode escrever diversas opções para a mesma mensagem. Dessa forma, o fluxo será dinâmico e diferente toda vez que for iniciado. Olha só: 

Na Code7 Boteria, o bloco de texto permite adicionar quantos textos alternativos forem necessários, bem como facilita a fácil exclusão destes.

4. Defina a linguagem que será utilizada 

Mensagens são formas de expressão! Então, depois que o fluxo for criado, pense em como você poderá personalizar a escrita. Nessa hora, as personas deverão entrar em jogo! Entenda bem quem é o seu público-alvo, busque utilizar termos e truques de mensagens que os seus consumidores saberiam. Ou seja, se eles curtem GIFs, pode usar! 

Mas, cuide para não extrapolar os limites do posicionamento da sua empresa. A linguagem que o fluxo utilizará tem de ser condizente com a forma que a empresa, normalmente, se comunica com os clientes. Afinal, você não vai querer que exista uma diferença gritante que, até mesmo, possa fazer com que os seus clientes duvidem da autenticidade do bot, né? 

5. Treine o seu bot para que ele compreenda contextos e históricos  

Não deixe que seu bot seja sempre o mesmo! Afinal, seu público e posicionamento podem mudar, então sempre teste e aprimore o chatbot. Com uma inteligência artificial (IA), é possível fazer com que as mensagens enviadas pelos usuários sejam compreendidas para além do fluxo planejado e encontre atalhos entre blocos.  

Como assim? A gente explica: um chatbot pode ter um fluxo que, depois de o preenchimento de um formulário, permite que o usuário fale com um atendimento humano. Com uma inteligência artificial, o cliente pode pedir imediatamente para pular o formulário e ter sua vontade atendida.

Conversa sem inteligência artificial:

Print de celular em que o cliente conversa respondendo às perguntas do chatbot de acorrdo com o que é pedido.

Conversa com inteligência artificial:

Captura de tela de uma conversa com inteligência artificial, feita para personalizar chatbot no WhatsApp. O cliente responde que deseja falar com um atendente e o fluxo pula até a conversa necessária, ao invés de fazer todo o processo da imagem anterior.

6. Seja ativo  

Para personalizar chatbot no WhatsApp, ainda mais, aja de forma ativa com o cliente! Enviar mensagens ativa significa ser quem envia primeiro. Para fazer isso, envie comunicados, como promoções, lembretes e avisos sobre produtos/serviços. Não abuse! Utilize essa estratégia de tempos em tempos, para manter o engajamento e oferecer uma experiência personalizada. 

Lembre-se que, para fazer com que as mensagens sejam diferentes para cada cliente, é preciso utilizar variáveis, como: nome, cidade, entre outros. Assim, você fará com que o usuário sinta que aquela mensagem foi feita, apenas, para ele.

Quais as vantagens de personalizar chatbot no WhatsApp? 

Agora que você já viu como personalizar chatbot no WhatsApp, vamos ver as vantagens? Confira cada tópico abaixo! 

Aumento da satisfação do cliente 

Personalizar chatbot no WhatsApp significa proporcionar uma experiência diferente para cada cliente. Isso resulta no aumento da satisfação. Afinal, o usuário tende a não se sentir tratado como mais alguém na base de contatos. Lembra do atendimento humanizado? 😉 

Mais engajamento 

Além do chatbot, as interações personalizadas influenciam os usuários a engajar com os conteúdos da empresa. Afinal, as abordagens ativas mantêm o ritmo das conversas e permitem uma comunicação mais constante. 

Maior possibilidade de retenção 

Pelos motivos anteriores, o cliente pode sentir que a experiência personalizada tenha sido um atendimento bom e não burocrático. Então, ele pode voltar a fazer negócios com você. Lembre-se, para garantir essa retenção, é necessário ser ativo! 

Fortalecimento da marca no mercado 

Ao personalizar chatbot no WhatsApp, com as 6 dicas que disponibilizamos, você tende a reforçar a identidade da sua marca. Em outras palavras, será mais um recurso que a sua empresa irá fornecer aos clientes e mais um diferencial para o mercado. Então, não espere para colocar em prática todos esses insights, ok? 

Como ter um chatbot no WhatsApp? 

Para personalizar chatbot no WhatsApp, primeiro é preciso ter um. Hoje em dia, fazer chatbot não precisa de vastos conhecimentos técnicos em programação. Basta escolher a plataforma certa! Mas, para ter o bot no WhatsApp, é preciso ter a versão profissional do aplicativo. Ou seja, o WhatsApp API. 

O jeito mais fácil de ter acesso a essa conta, é entrando em contato com uma provedora oficial para fazer todos os trâmites necessários. 

Quer uma boa notícia? A Code7 é parceira da Meta e provedora. Então, você pode obter o seu WhatsApp Oficial com a gente.

A partir do contato, o trabalho burocrático fica por nossa conta. No final do processo, você adquire uma conta verificada do WhatsApp, pronta para uso. Muito bom, né?

Confie em quem sabe! Converse, agora mesmo, conosco para ter um chatbot no WhatsApp personalizado. 

Posts Relacionados

Televendas vai morrer! Saiba como migrar para o digital!

Você, ainda, prospecta clientes por telefone? Então, é melhor pensar em novas estratégias comerciais. Afinal, a televendas vai morrer e se a sua empresa não quer ir junto, é melhor começar a migrar para o digital hoje mesmo!  Não sabe por onde começar? Então, já salva este conteúdo. Vamos mostrar como você pode fazer essa […]

8 motivos para ter um chatbot no varejo

Já pensou em reforçar o seu time de atendimento com a ajuda de um robô? Pois saiba que, atualmente, isso é possível. O chatbot no varejo pode ser utilizado de diversas maneiras para impulsionar os negócios e otimizar o relacionamento com os clientes.  Quer conhecer os principais motivos de utilizar um bot ? Então, acompanhe este […]

Live commerce: segredos e conceitos

O comércio digital está mais badalado do que nunca. As compras pela internet foram normalizadas durante a pandemia e seguem crescendo, como aponta a E-commerce Brasil. Mas, é preciso buscar estratégias para continuar atraindo e engajando leads. Afinal, a concorrência no meio é grande. Por isso, uma das soluções que está conquistando o mercado é o […]